beatles-rishikesh-india

Uma experiência beatlemaníaca surreal

Recentemente voltei de uma viagem de 4 meses pela Ásia com minha companheira. Dentre muitas histórias e imagens incríveis, beatlemaníaco que sou, gostaria de compartilhar a experiência de adentrar o antigo ashram do Maharishi, “o Guru dos Beatles”, onde o fabfour passou uma breve, porém intensa temporada em fevereiro de 1968, em Rishikesh (Índia). Pra nossa surpresa, o ashram está totalmente abandonado desde 1997, o que tornou a experiência ainda mais surreal. Entre ruínas tomadas pela natureza e homenagens deixadas pelos fãs, muitos edifícios, células de meditação e salas de aula podem ser vistos, incluindo a própria casa do Maharishi e as habitações onde os Beatles se hospedaram e aparentemente escreveram grande parte do antológico White Album.

A área do ashram é gigantesca e podem passar algumas horas sem que você cruze nenhum outro beatlemaníaco em meio a um cenário que, em alguns momentos, pode lembrar aqueles dos filmes protagonizados pelo Will Smith. Uma espécie de Chernobil espiritual, bela e assustadora, hoje sob controle do Departamento Florestal de Rishkesh.

Em meio à uma excitante exploração livre de guias, turistas e indianos (e isso é bem raro por lá!) nos deparamos com o antigo Satsang Hall do Maharishi, hoje conhecido como The Beatles Catheadrel Gallery, uma instalação artística em prol da revitalização do ashram. Infelizmente, o projeto durou apenas duas semanas antes de ser desativado pelo governo local, mas se transformou em um movimento que segue no mundo virtual. Na matéria, os grafites ilustrando pedaços da história dos Beatles e sua busca espiritual, espalhados por todas as paredes do galpão, ainda estão por lá e valem a pena! Me pareceu o lugar perfeito para prestar uma singela homenagem a esses caras que fazem e fizeram parte de nossas vidas de forma tão fundamental. Essa era a minha intenção desde o início e foi um momento único sacar meu violão e tocar músicas dos Beatles em um lugar tão especial, assim como no quartinho onde John Lennon ficou hospedado durante sua estada no ashram.

“GIVE ME LOVE (GIVE ME PEACE ON EARTH)”
GEORGE HARRISON
GIVE ME LOVE
GIVE ME LOVE
GIVE ME PEACE ON EARTH
GIVE ME LIGHT
GIVE ME LIFE
KEEP ME FREE FROM BIRTH
GIVE ME HOPE
HELP ME COPE, WITH THIS HEAVY LOAD
TRYING TO, TOUCH AND REACH YOU WITH
HEART AND SOUL
MY LORD
PLEASE TAKE HOLD OF MY HAND,
THAT I MIGHT UNDERSTAND YOU
WON’T YOU PLEASE
OH WON’T YOU

“LOVE”
JOHN LENNON
LOVE IS REAL , REAL IS LOVE
LOVE IS FEELING , FEELING LOVE
LOVE IS WANTING TO BE LOVED
LOVE IS TOUCH, TOUCH IS LOVE
LOVE IS REACHING, REACHING LOVE
LOVE IS ASKING TO BE LOVED
LOVE IS YOU
YOU AND ME
LOVE IS KNOWING
WE CAN BE
LOVE IS FREE, FREE IS LOVE
LOVE IS LIVING, LIVING LOVE
LOVE IS NEEDED TO BE LOVED

“BLACKBIRD”
PAUL MACCARTNEY
BLACKBIRD SINGING IN THE DEAD OF NIGHT
TAKE THESE BROKEN WINGS AND LEARN TO FLY
ALL YOUR LIFE
YOU WERE ONLY WAITING FOR THIS MOMENT TO ARISE
BLACKBIRD SINGING IN THE DEAD OF NIGHT
TAKE THESE SUNKEN EYES AND LEARN TO SEE
ALL YOUR LIFE
YOU WERE ONLY WAITING FOR THE MOMENT TO BE FREE
BLACKBIRD, FLY, BLACKBIRD, FLY
INTO THE LIGHT OF THE DARK BLACK NIGHT
BLACKBIRD, FLY, BLACKBIRD, FLY
INTO THE LIGHT OF THE DARK BLACK NIGHT


 

Este blog não conta com nenhum outro tipo de financiamento, senão o de seus leitores.
 Caso queira apoiar com qualquer quantia, clique no botão abaixo:

 




 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on Twitter
Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on Twitter
facebook-profile-picture

The author

Desde criança, sempre busquei a resposta para as seguintes perguntas: Quem eu sou? De onde eu vim? O que estou fazendo aqui? Pra onde eu vou? Essa busca acabou por se tornar prioritária em minha vida. Graças a todos que compartilharam e compartilham seus conhecimentos, tenho feito grandes transformações em minha vida. Assim, foi natural a decisão de compartilhar aqui as informações mais relevantes ao meu processo de evolução, inspirando cada vez mais pessoas a seguirem seus próprios corações.