mahatama-gandhi

Mahatma Gandhi

Nova Déli, Índia, 30 de janeiro de 1948. Essa triste data guarda os últimos passos de Mahatma Ghandi, conforme eterniza o memorial ilustrado na foto abaixo, tirada no local onde esse grande líder humanitário foi assassinado com três tiros no peito. Gandhi, carinhosamente chamado de Bapu (Pai) pelo povo indiano, foi nomeado como Mahatma (“A Grande Alma”) pela primeira vez na África do Sul, onde morou por 21 anos defendendo a minoria hindu residente no país. Foi lá que Gandhi desenvolveu sua ética, visão e liderança política, assim como o conceito de resistência não-violenta, ou Satyagraha (força da verdade).

mahatma-gandhi-assassinado

Memorial dos últimos passos de Gandhi, na Birla House, em Nova Deli, Índia, que visitei em janeiro de 2015

Seu ato de desobediência civil em massa mais famoso, ficou conhecido como “Marcha do Sal”. Durante 26 dias, Gandhi percorreu 388km entre Ahmedabad e a costa de Dândi, mobilizando milhares indianos até a beira do mar, onde ensinou-os a fazer sal, como protesto simbólico e desafiador às “Leis do Sal” impostas pelo monopólio britânico que proibia os hindus de fazer seu próprio sal. Conforme ele deixa claro em uma de suas declarações sobre o protesto:  “Minha ambição é nada menos que converter as pessoas britânicas a não violência e, assim, lhes fazer ver o mal que fizeram para a Índia. Eu não busco prejudicar as pessoas.” Outra estratégia eficiente de Gandhi pela independência foi a política do swadeshi – o boicote a todos os produtos importados, especialmente os produzidos na Inglaterra. Aliada a esta estratégia estava sua proposta de que todos os indianos deveriam vestir okhadi– vestimentas caseiras – ao invés de comprar os produtos têxteis britânicos. Através de atos de desobediência civil não-violenta, Gandhi liderou o movimento que culminou no fim da colonização indiana pelo império britânico. Sabe o que isso significa? Que ele, simplesmente, tirou 300 milhões de “operários” das garras dos lobos ingleses. Detalhe: enrolado em um lençol! 300 milhões de mais-valia não é pouco coisa, né? Claro que, nas manchetes dos jornais da época, a história contada era que ele havia sido morto por um hindu nacionalista radical, mas quem enxerga como o sistema funciona, sabe que um cordeiro desse representa perigo, ou melhor, causa prejuízo ao sistema dos lobos. Portanto, mais seguro e confortável eliminá-lo. E foi o que fizeram. Isso é simples de se resolver, quando se tem poder. Seu algoz foi julgado, condenado e enforcado, a desrespeito do último pedido de Gandhi que foi justamente a não-punição do seu assassino, caso esse fosse seu destino.

Para saber mais sobre sua história, recomendo aqui o excelente filme “Gandhi”.

Leia também sobre John F. Kennedy, uma das únicas figuras na história que ousaram enfrentar o Federal Reserve Bank (FED), expondo sociedades secretas nocivas ao povo americano.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on Twitter
Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on Twitter
facebook-profile-picture

The author

Desde criança, sempre busquei a resposta para as seguintes perguntas: Quem eu sou? De onde eu vim? O que estou fazendo aqui? Pra onde eu vou? Essa busca acabou por se tornar prioritária em minha vida. Graças a todos que compartilharam e compartilham seus conhecimentos, tenho feito grandes transformações em minha vida. Assim, foi natural a decisão de compartilhar aqui as informações mais relevantes ao meu processo de evolução, inspirando cada vez mais pessoas a seguirem seus próprios corações.